A contar ondas.

IMG_9985a40

Vou contar ondas do mar

Para me ajudar,

Para me ajudar a pensar.

Vou olhar ondas do mar

Só para ver o branco de seu espumar.

Vou lá, em alto mar,

Contar as vagas, as águas, os tons de azul.

Vou lá no verde mar,

Perder a cabeça até acalmar.

Vou lá, longe léguas,

Distante além de meu alcance,

Para perder o que não preciso para viver.

Vou lá para além-mar,

Para quem sabe me perder,

Quem sabe me encontrar.

Vou lá para o distante após o mar,

Porque o aqui me dói e não quero mais ficar.

Por isso sigo as águas que parecem verde ou azul sem fim,

Alcançar aquela cor que me falta aos olhos cinzentos.

Vou lá longe no grande mar, contar ondas até esquecer o que fui fazer.

E quem sabe me lembrar porque precisei ir tão longe para reconquistar.

Navegar, vagar, com vagar, devagar.

Até fazer brilhar em mim todo o verde, o azul, o sol do mar.

Queria poder acreditar

Que apenas parar e olhar o mar

Seria solução para tudo.

Advertisements

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s